Sessão de abertura das Oficinas de Oração e Vida será nesta segunda-feira, 8, às 19h

As Oficinas de Oração e Vida constituem o ápice e o coroamento de toda a sua atividade apostólica

Emilton Rocha / Pascom

A partir do dia 8 de agosto – com duração até 21 de novembro –, sempre às segundas-feiras, às 19h, estarão sendo aplicadas as Oficinas de Oração e Vida (“Aprender a Orar para aprender a Viver”), cuja fundação ocorreu em 1984 pelo frade capuchinho Frei Inácio Larrañaga Orbegozo, já falecido, e reconhecidas pela Santa Sé como eficaz método da nova evangelização.

Ignácio Larrañaga, sacerdote capuchinho, escritor e evangelizador, considerado por muitos um “um profeta moderno” ou um “místico do século XX” é o fundador das Oficinas de Oração e Vida (TOV). Sua principal obra consistiu em deixar para o mundo milhões de leigos preparados e dedicados a ensinar a oração profunda e pessoal que permite um encontro cotidiano com o Senhor, no dia a dia, através de uma metodologia integralmente baseada na experiência do Amor do Padre e nas maravilhas que Ele realiza em nós.

As Oficinas de Oração e Vida são um serviço dentro da Igreja. Entregam aos fiéis um método prático para aprender a orar, e orar de uma maneira ordenada, variada e progressiva: desde os primeiros passos até às profundidades da contemplação.

Em 1997, com manifestações de alto apreço do Vaticano, realizou-se a cerimônia de entrega do Decreto de Aprovação dos Talleres de Oración y Vida (TOV) como Associação Internacional de Fiéis, de Direito Pontifício, com Personalidade Jurídica, com a aprovação de seu Estatuto por um período ad experimentum de cinco anos.

A força de expansão do serviço Oficina de Oração e Vida, os frutos colhidos e o testemunho de mais de nove milhões de pessoas que já haviam passado por suas sessões de formação, haviam recebido mais de 1,5 mil depoimentos elogiosos de bispos e párocos de todo o mundo. Em 4 de outubro de 2002, seu Estatuto foi aprovado na íntegra e o original encontra-se depositado nos arquivos do Dicastério do Conselho Pontifício para Leigos, no Vaticano, em Roma.

Em 2004, na Assembleia comemorativa dos vinte anos de fundação dos TOV, em Mérida (MX), frei Ignacio acrescentou o subtítulo “Uma Nova Evangelização”, que resume a essência de sua missão.

As inscrições poderão ser feitas no próprio dia 8 de agosto no Santuário Basílica de São Sebastião, ocasião em que os interessados participarão de uma sessão prévia denominada “Reunião de Abertura”, na sala 7, do Centro Paroquial, no Santuário Basílica de São Sebastião, na rua Haddock Lobo, 266, Tijuca. Qualquer adulto pode se inscrever. Serão quinze encontros semanais os quais, de acordo com a programação, os inscritos serão conduzidos a:

Aline Beatriz, a guia: “É a novidade essencial.”
  • Relacionar-se com Deus como um amigo;
  • Manusear a Bíblia e entender o que Deus quer no dizer;
  • Orar com a Bíblia sentindo a Presença de Deus, Seu consolo, Sua força e Sua paz;
  • Libertar-se das tristezas, ansiedades e angústias mentais;
  • Livrar-se dos ressentimentos, mágoas, ódios, frustrações e complexos;
  • Conciliar as relações na família, no trabalho e na comunidade;
  • Enfrentar com sabedoria e serenidade os desafios do dia-a-dia;
  • Ser mais saudável, alegre, livre e feliz.

Segundo Aline Beatriz, a guia que aplicará as Oficinas de Oração e Vida, “é um método de evangelização baseado na Palavra de Deus, que oferece aos fiéis um método prático para aprender a orar de maneira ordenada, variada e progressiva”. “E a novidade essencial”, diz, “são as modalidades de oração, isto é, diferentes maneiras de relacionar-se com Deus”.

Frei Inácio Larrañaga Orbegozo, OFMCap

Frei Inácio Larrañaga Orbegozo, OFMCap

Frei Ignácio nasceu na cidade de Azpetia, Espanha, em 4 de maio de 1928. Ordenado sacerdote em Pamplona foi, poucos meses depois, mandado ao Chile, onde começou a desenvolver uma intensa atividade de evangelização. Em 1965 fundou o Centro de Estudos Franciscanos e Pastorais (CEFEPAL), dedicando-se por uma dezena de anos a uma grande animação franciscana pós-conciliar em vários países da América Latina.

As Oficinas de Oração e Vida, que ele fundou em 1984, são um serviço eclesial aprovado pela Santa Sé desde 1997, e se constituem o ápice e o coroamento de toda a sua atividade apostólica, por sua força expansiva, por seus frutos e pelo alto apreço para com elas manifestado pela Santa Sé e pelos Bispos, o que também atestam milhões de pessoas que passaram por suas sessões experienciais. O lema que sintetiza o caminho a percorrer nas Oficinas de Oração e Vida é: “Do encanto de Deus, ao encanto da vida”.

Frei Ignácio, com seu amor a Jesus Cristo, com suas Oficinas de Oração e Vida, os Encontros de Experiência de Deus e toda sua vasta obra, impulsionado pelo Espírito Santo, levou e continuará levando a Nova Evangelização até aos confins da terra.

Artigo anteriorHoje é celebrada a dedicação da Basílica de Santa Maria Maior, em Roma
Próximo artigoCapuchinhos RJ: Pastoral Familiar convida a comunidade paroquial para participar da Semana Nacional da Família