Cardeal Orani Tempesta abre a Trezena de São Sebastião em dia de bênção dos Capuchinhos

‘A trezena prepara mais intensamente para a grande festa do dia 20’ (Frei Jorge de Oliveira)

Dom Orani Tempesta preside a missa de abertura da Trezena de São Sebastião. (Foto: Emilton Rocha)

Emilton Rocha / Pascom

Rio de Janeiro – Com o tema “São Sebastião, Arauto da Comunhão”, o Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani Tempesta, deu início à Trezena de São Sebastião dia 7, no Santuário Basílica de São Sebastião, em preparação espiritual para a festa do padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro no dia 20 de janeiro. A cerimônia aconteceu na primeira sexta-feira do ano, coincidindo com a Bênção dos Capuchinhos.

Durante esse período, a imagem missionária do padroeiro da Arquidiocese e da Cidade Maravilhosa percorre toda cidade com momentos de fé, devoção e unidade, que marcam os corações dos fiéis. Os dias que antecedem a festa de São Sebastião, com visitas a dezenas de lugares, entre comunidades dedicadas ao santo, obras sociais e instituições públicas de saúde e comunicação, tendo Dom Orani Tempesta à frente desse grande trabalho de peregrinação.

São Sebastião é um dos santos mais famosos entre o povo brasileiro. Por causa de sua poderosa intercessão e incontáveis milagres obtidos, ele se tornou padroeiro de muitas cidades e bairros por todo o Brasil receberam o nome do santo guerreiro. A fortaleza para superar os diferentes tipos de dificuldades e situações foi um traço que marcou a vida de São Sebastião, e ele nos anima a ter o mesmo espírito de confiança total em Deus e audácia cristã para fazer da vida uma caminhada segura rumo à felicidade.

“A trezena prepara mais intensamente para a grande festa do dia 20”, diz Frei Jorge de Oliveira, reitor e pároco do Santuário Basílica. Segundo ele, “antes era feita uma novena. Frei Arles, seu antecessor, foi quem iniciou a trezena na Basílica cujo objetivo é o mesmo porque treze dias é um tempo mais extenso para uma preparação mais intensa para a grande festa do dia 20”.

Ao final da celebração, o coral cantou o Hino de São Sebastião e logo em seguida Frei Jorge puxou a marchinha carnavalesca “Cidade Maravilhosa”, de André Filho, sendo acompanhado pelo público. Os horários da Trezena são: segunda a sexta-feira: 18h; sábados e domingos: 17h.

Os Gestos Concretos na Trezena

Como é tradição, durante a Trezena de São Sebastião haverá a oferta de Gestos Concretos que serão divulgados dia a dia na Agenda Paroquial, a saber: açúcar, óleo, macarrão espaguete, leite em pó, feijão, canjica, café e arroz. Essa coleta é sempre destinada aos mais necessitados através de diversos programas e projetos sociais acompanhados pela igreja. Como gesto concreto é realizada uma tradição arquidiocesana em ocasiões especiais, caso da Trezena de São Sebastião, ou seja: além da atitude de oração, é realizada uma atitude de solidariedade e ao mesmo tempo religiosa de lembrar-se do irmão necessitado. No Rio de Janeiro, isso se realiza pela coleta de alimentos e outros materiais. Para Frei Jorge, os gestos concretos são importantes porque é uma forma de ajudar, de ir preparando o que foi ofertado para ser distribuído no mês seguinte.

Um gesto concreto a cada dia

Início: Dia 7, às 18h, presidida pelo Cardeal Orani Tempesta – Responsável: Liturgia – Gesto concreto: Açúcar.

Dia 8, sábado, 17h – Responsável: MESC – Gesto concreto: Óleo

Dia 9, domingo, 17h – Responsável: Jovens – Gesto concreto: Macarrão espaguete

Dia 10, segunda, 18h – Responsável: Associações – Gesto concreto: Leite em pó

Dia 11, terça, 18h – Responsável: Terço dos Homens – Gesto concreto: Feijão

Dia 12, quarta, 18h – Responsáveis: Dízimo/Turano – Gesto Concreto: Macarrão espaguete

Dia 13, quinta, 18h – Responsáveis: Marianos e OFS – Gesto Concreto: Milho para canjica

Dia 14, sexta, 18h – Responsável: Apostolado da Oração – Gesto Concreto: Leite em pó

Dia 15, sábado, 17h – Responsável: MESC – Gesto concreto: Café

Dia 16, domingo, 17h – Responsáveis: Jovens/Batismo – Gesto Concreto: Milho para canjica

Dia 17, segunda, 18h – Responsável: Pastoral Familiar – Gesto concreto: óleo

Dia 18, terça, 18h – Responsável: Terço dos Homens – Gesto concreto: Café

Dia 19, quarta, 18h – Responsável: Liturgia – Gesto concreto: Arroz

Oração de São Sebastião

“Glorioso mártir São Sebastião, soldado de Cristo e exemplo de cristão, hoje vimos pedir a vossa intercessão junto ao trono do Senhor Jesus, nosso Salvador, por Quem destes a vida. Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim, pedi a Jesus por nós para que sejamos testemunhas do amor de Deus. Vós que esperastes com firmeza nas palavras de Jesus, pedi-Lhe por nós, para que aumente a nossa esperança na ressurreição. Vós que vivestes a caridade para com os irmãos, pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos. Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra; defendei as nossas plantações e os nossos rebanhos, que são dons de Deus para o nosso bem e para o bem de todos. E defendei-nos do pecado, que é o maior de todos os males. Assim seja.”

Galeria de fotos

Para ampliar clique duas vezes em cada miniatura (Fotos: Emilton Rocha)

 

Artigo anteriorSanto do dia 7 de janeiro: São Raimundo de Peñafort
Próximo artigoBênção dos Capuchinhos: veja as fotos de um dia inteiro de fé