Novos ministros da Eucaristia são empossados

Esta é a primeira vez que a Arquidiocese autoriza que jovens com menos de 25 anos fossem investidos

INTEGRADOS À VIDA LITÚRGICA: Jane Lopes Barone, Nicholas Vilete de Souza e Maria Stella Corrêa Pinto

Emilton Rocha * / Foto: Rita Moura

Um grupo de candidatos ao Ministério Extraordinário da Comunhão Eucarística (MESC) foi investido, sábado, 18 de setembro, pelo Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, em cerimônia na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Três dos novos ministros que realizarão serviços ministeriais litúrgicos no Santuário Basílica de São Sebastião foram apresentados no domingo (19) à comunidade durante a missa das 11h30: Jane Lopes Barone, Maria Stella Corrêa Pinto e Nicholas Vilete de Souza. Cabe destacar o jovem Nicholas, pois pela primeira vez, a Arquidiocese autorizou que um grupo de jovens com menos de 25 anos fossem investidos, e ele foi indicado pelo Santuário e aceito.

OS MESC

Os Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística devem ser homens e mulheres reconhecida idoneidade cristã, fé esclarecida, adequada preparação doutrinal, comunhão eclesial e vida cristã íntegra; ter recebido os três sacramentos da iniciação cristã; ter recebido o sacramento do matrimônio, se viver em união conjugal; demonstrar fé na presença sacramental do Senhor, sólida piedade eucarística e comunhão frequente; ter compromisso na vida pastoral da comunidade que vão servir; ter a devida maturidade humana, honestidade reconhecida e comportamento equilibrado; possuir nível cultural adequado à comunidade que vão servir; ter boa aceitação pela comunidade a que se destinam.

Os Ministros Extraordinários da Comunhão exercem este ministério sob a responsabilidade do sacerdote responsável da comunidade que tiver pedido a sua nomeação, no âmbito da sua paróquia ou comunidade; a não ser em caso de urgência, não levem a comunhão a doentes de outra paróquia ou comunidade, sem consentimento do respetivo responsável. Os Ministros Extraordinários da Comunhão esforçar-se-ão por desempenhar bem, com dignidade e nobreza, o seu ministério, quer no serviço à comunidade celebrante, quer aos doentes ou ausentes.

São suas missões: a distribuição da sagrada comunhão na Missa; a distribuição da sagrada comunhão aos doentes, em suas casas; a distribuição da sagrada comunhão fora da Missa, na igreja; a exposição do Santíssimo Sacramento para adoração, não lhes sendo permitido em ocasião alguma dar a bênção com o Santíssimo;  em caso excecional, animar a assembleia dominical na ausência de presbítero, tendo presente que o exercício regular deste ministério carece de expressa nomeação do Bispo diocesano e não se confunde com a nomeação para ministro extraordinário da comunhão.

* Com informações de Manoel Antonio Tavares, Diácono, e CNBB

Artigo anteriorSanto do dia 20 de setembro / SANTO ANDRÉ KIM TAEGON E COMPANHEIROS
Próximo artigoSanto do dia 21 de setembro / SÃO MATEUS