Santo do dia 22 de novembro / Santa Cecília

Santa Cecília é a que mais tem basílicas em Roma e nenhuma outra conseguiu tantas igrejas em sua homenagem e memória

Santa Cecília era de família romana pagã, nobre, rica e influente. Estudiosa, adorava estudar música. Desde a infância, era muito religiosa e fez voto secreto de virgindade. Porém, os pais armaram para ela um casamento. Após as núpcias, Cecília contou ao marido Valeriano que era cristã e do seu compromisso de castidade.

O marido acatou o pedido de Cecília, mas pediu um sinal de que realmente seu voto era sério. Um dia, chegando em casa, viu Cecília rezando e um anjo ao seu lado. Imediatamente converteu-se ao cristianismo e, junto com ele, seu irmão Tibúrcio também se converteu.

Entretanto, a denúncia de que Cecília era cristã chegou as autoridades romanas. Ela foi presa junto com seu marido e seu cunhado. Julgados, se recusaram a renegar a fé. Cecília foi levada para uma câmara com ar quente para ser asfixiada. Na câmara, começou a cantar incessantemente músicas de louvor a Deus e, por este motivo e pelo dom de ouvir músicas vindas dos céus, ficou consagrada como padroeira dos músicos.

Finalmente, após várias tentativas de executá-los sem sucesso, os três foram decapitados.

O corpo da virgem foi enterrado nas catacumbas romanas e, no terreno do seu antigo palácio, foi construída a igreja de Santa Cecília, onde era celebrada a sua memória no dia 22 de novembro, já no século VI. Muitos anos depois, constatou-se que o corpo de Cecília não tinha se corrompido.

Reflexão

Dentre as santas veneradas pela tradição da Igreja, Cecília é a que mais tem basílicas em Roma e nenhuma outra conseguiu tantas igrejas em sua homenagem e memória. Santa Cecília também é a padroeira dos músicos e dos cantores sagrados. A sua simplicidade e fidelidade ao Cristo marcaram seu nome na vida da fé cristã.

Oração

Ó, gloriosa Santa Cecília espelho de pureza e modelo de esposa cristã. Revesti-nos de inviolável confiança na misericórdia de Deus, pelos merecimentos infinitos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Dilatai o nosso coração, para que, abrasados do amor de Deus, não nos desviemos jamais da salvação eterna.

A12 / Colaboração: Padre Evaldo César de Souza, C.Ss.R.

Artigo anteriorHoje é celebrada a Solenidade de Cristo Rei do Universo
Próximo artigoO que é o Advento e como podemos vivê-lo?