Papa Francisco saúda torcedores e jogadores da Copa do Mundo Qatar 2022

O Código Penal do Qatar impõe uma série de punições a quem de alguma forma ofender seus sentimentos religiosos

Por ACI Digital

O papa Francisco enviou saudações aos jogadores e torcedores que acompanham a Copa do Mundo no Qatar, no final da audiência geral de hoje (ontem, 23).

“Gostaria de transmitir as minhas saudações aos jogadores, torcedores e espectadores que acompanham, dos vários continentes, o campeonato mundial de futebol, que está sendo disputado no Qatar”.

Francisco manifestou seu desejo de que “este importante evento seja uma ocasião de encontro e harmonia entre as nações, promovendo a fraternidade e a paz entre os povos”.

Os católicos que visitam o Qatar para a Copa do Mundo de 2022 podem enfrentar algumas restrições, já que o Qatar é uma nação de maioria muçulmana, e certos comportamentos podem ser considerados ofensivos ao Islã.

O Código Penal do Qatar impõe uma série de punições a quem de alguma forma ofender seus sentimentos religiosos.

Segundo a lei deste país, uma pessoa que “insultar o Ser Supremo na letra e no espírito, por escrito, desenho, gesticulação ou de qualquer outra forma” incorrerá em pena de até 7 anos de prisão.

Uma penalidade semelhante seria enfrentada por qualquer pessoa que, segundo as autoridades do Qatar, “ofender, mal interpretar ou violar o Sagrado Alcorão” ou “ofender a religião islâmica ou algum de seus ritos”.

Os muçulmanos consideram o cristianismo e o judaísmo como “religiões divinas”. No entanto, o Código Penal do Qatar estabelece em seu artigo 257 uma pena de até 10 anos de prisão para quem dirige uma organização “que invoque, favoreça ou promova outra religião” diferente do Islã.

Artigo anteriorTécnico Tite: fé e devoção rumo ao hexa
Próximo artigoSanto do dia 25 de novembro: Santa Catarina de Alexandria