23 de novembro de 2017

Vaticano: Papa mobiliza Franciscanos em defesa da “irmã terra”

Francisco agradeceu trabalho dos religiosos em favor dos pobres e desfavorecidos do mundo

2052759_articoloPor Agência Ecclesia

O Papa Francisco desafiou hoje os Franciscanos a um compromisso ecológico inspirado pelo seu fundador, São Francisco de Assis, e pela sua atenção à “irmã terra”.

“Diante da deterioração global do ambiente, peço-vos que como filhos do Pobrezinho de Assis, entreis em diálogo com toda a criação, oferecendo-lhe a vossa voz para louvar o Criador, e como fazia São Francisco, tenhais por ela um cuidado especial, superando qualquer cálculo económico ou romantismo irracional”, assinalou, durante uma audiência, no Vaticano, a cerca de 400 membros da família franciscana da Primeira Ordem e Terceira Ordem Regular.

O Papa, que escolheu o nome para o pontificado inspirando na figura de São Francisco de Assis, recordou que para este santo “a criação era como um livro esplêndido” em que Deus fala.

“A criação é como uma irmã, com a qual partilhamos a existência, e como uma mãe que nos acolhe em seus braços”, acrescentou.

Francisco pediu aos membros desta família religiosa que “colaborem com todas as iniciativas em prol do cuidado da Casa comum”, recordando sempre a “relação estreita entre os pobres e a fragilidade do planeta, entre economia, desenvolvimento, cuidado da criação e opção pelos pobres”.

O Papa começou o seu discurso agradecendo aos Franciscanos por tudo o que fazem em favor dos pobres e desfavorecidos do mundo.

“Abri os vossos corações e abraçai os leprosos do nosso tempo”, apelou, evocando um dos gestos que marcaram a vida de São Francisco de Assis.

clear