17 de junho de 2017

Semana de Formação Litúrgica começa nesta segunda, 19 de junho

Encontro aberto a todos será encerrado com Missa Solene dia 23, às 18h

eucaristia-centro

Semana de Formação Litúrgica, de segunda a sexta, será encerrado com missa solene

Por Emilton Rocha / Ilustração: Google

A partir desta segunda-feira terá início a “Semana de Formação Litúrgica”. Com duração de cinco dias, o evento abordará quatro temas, a começar pela “Liturgia e vida na Igreja”, seguido de “O Canto na Liturgia”, “Leitores, a voz de Deus na Igreja”, “Conhecendo os símbolos de nossa Igreja” e será encerrado com Missa Solene do Sagrado Coração de Jesus e 90 anos do Apostolado da Oração.

Este momento formativo vem ao encontro de estarmos sempre formando, informando e atualizando todos aqueles que atuam ou atuarão direta ou indiretamente na liturgia e espiritualidade de nossas missas, tendo como tema geral “Liturgia e a Vida na Igreja”. Também serão tratados outros assuntos, tais como leituras, cantos e o conhecimento dos símbolos de nossa Basílica. O encontro é aberto a todos os interessados.

A palavra Liturgia tem origem no grego leitourgos, palavra que servia para descrever alguém que fazia serviço público ou liderava uma cerimônia sagrada. Apesar da palavra liturgia ser usada na Antiguidade, só depois dos séculos VIII e IX passou a ser usada no contexto da eucaristia na Igreja grega. O termo passou a fazer parte da igreja católica bastante mais tarde, por volta do século XVI.

A manifestação central da liturgia é a celebração do mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo e a prestação de culto a Deus. Inicialmente a liturgia era da responsabilidade dos apóstolos e bispos, mas é sabido que algumas igrejas criaram a sua própria liturgia, como a Igreja da Alexandria no Egito e da Antioquia na Síria.

Até a metade do século XVI não havia uma regra geral e obrigatória para a liturgia, mas foi implementada por Pio V e Clemente VIII. O Concílio Vaticano II significou uma renovação da liturgia, dando maior relevo à Sagrada Escritura na liturgia da palavra, incluindo a utilização de outras línguas em vez do latim, de forma a que mais pessoas pudessem participar de forma mais ativa.

Na tradição cristã, quer dizer que o povo de Deus toma parte na “obra de Deus”. No Novo Testamento, a palavra “liturgia” é empregada para designar, não somente a celebração do culto divino mas também o anúncio do Evangelho e a caridade em ato. Em todas estas situações, trata-se do serviço de Deus e dos homens. Veja a programação abaixo.

Programação

19 a 23 de junho – Das 19h30 às 21h

Local: Salão Frei Nemésio

Dia 19 (2ª-feira): “Liturgia e a vida na Igreja”

Dia 20 (3ª-feira): “O Canto na Liturgia”

Dia 21 (4ª-feira): “Leitores, a voz de Deus na Igreja”

Dia 22 (5ª-feira): “Conhecendo nossa os símbolos de nossa Igreja”

Dia 23 (6ª-feira): Encerramento com Missa Solene do Sagrado Coração de Jesus e 90 anos do Apostolado da oração, às 18h

Santuário Basílica de São Sebastião – Frades Capuchinhos

Rua Haddock Lobo, 266, Tijuca

clear