Francisco apresentou na sexta-feira (2) o X Encontro Mundial das Famílias que acontece em junho de 2022. A sede será Roma, porém, o Pontífice antecipou que a modalidade de participação será ampliada. Através de um tuíte, convidou cada diocese a “ser o centro de um encontro local para suas próprias famílias e comunidades”. Na sexta-feira (2), também foi revelado o logotipo do evento e, assim, os símbolos estão apresentados: logotipo, hashtag (#WMOF2022), oração e hino. “O próximo Encontro Mundial das Famílias com o tema ‘Amor em família: vocação e caminho da santidade’, assumirá uma forma multicêntrica e ampliada.

">
4 de julho de 2021

Roma 2022: Papa convida famílias do mundo inteiro a preparar encontros locais

Francisco apresentou nesta sexta-feira (2) o X Encontro Mundial das Famílias que acontece em junho de 2022. A sede será Roma, porém, o Pontífice antecipou que a modalidade de participação será ampliada. Através de um tuíte, convidou cada diocese a “ser o centro de um encontro local para suas próprias famílias e comunidades”. Nesta sexta-feira (2), também foi revelado o logotipo do evento e, assim, os símbolos estão apresentados: logotipo, hashtag (#WMOF2022), oração e hino.

cq5dam.thumbnail.cropped.750.422

Andressa Collet – Vatican News

►Ouça a reportagem e compartilhe

O Papa Francisco, através de uma mensagem em vídeo, apresentou nesta sexta-feira (2) o X Encontro Mundial das Famílias marcado para o período de 22 a 26 de junho de 2022, em Roma. Na ocasião, também foram divulgadas as modalidades de participação, além de ser revelado o logo do evento, com o próprio vídeo de animação, promovido pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, e organizado pela diocese de Roma. Assim, a próxima edição já tem logotipo, hashtag (#WMOF2022), oração, hino, imagem e forma “inédita e multicêntrica” de participação, como antecipou o próprio Pontífice pelo vídeo e um tuíte:

“O próximo Encontro Mundial das Famílias com o tema ‘Amor em família: vocação e caminho da santidade’, assumirá uma forma multicêntrica e ampliada: cada diocese pode ser o centro de um encontro local para suas próprias famílias e comunidades.”

Dioceses do mundo inteiro envolvidas

O encontro, inicialmente previsto para 2021, será promovido em 2022 com iniciativas globais nas dioceses do mundo inteiro, análogas às que, ao mesmo tempo, se farão em Roma, a sede oficial. Essa foi a forma encontrada para poder permitir que as famílias e comunidades se sintam protagonistas, num momento em que ainda é difícil viajar por conta da pandemia.

Roma, então, segundo uma nota divulgada pela Sala de Imprensa da Santa Sé, vai receber o Festival das Famílias e o Congresso teológico-pastoral, ambos realizados na Sala Paulo VI, no Vaticano, além da missa na Praça São Pedro. Ao mesmo tempo, em cada diocese, os bispos podem se mobilizar em nível local para programar iniciativas similares, a partir do tema e com o uso dos símbolos do encontro.

O cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, comenta que, ao longo dos anos, “esse importante encontro eclesial tem recebido uma participação sempre crescente das famílias. Milhares de pessoas que participaram das edições mais recentes, com a riqueza da sua língua, cultura e experiência, foram um sinal eloquente da beleza da família para a Igreja e para a humanidade inteira. Devemos continuar por esse caminho, procurando envolver ainda mais as famílias nessa belíssima iniciativa”. Já o cardeal Angelo De Donatis, afirmou que “se trata de aproveitar uma oportunidade preciosa e única para relançar a pastoral familiar com fervor missionário e criatividade renovados, a partir das indicações que foram dadas pelo Santo Padre na exortação Amoris laetitia, ou seja, com a participação dos esposos, das famílias e dos pastores”.

A descrição do logotipo

O logo traz a Praça São Pedro, lugar indicativo por excelência da Igreja católica

O logo pensado para o X Encontro Mundial das Famílias retoma a forma elíptica da colunata de Bernini, na Praça São Pedro, lugar indicativo por excelência da Igreja católica, e o envia ao seu significado original, que é o abraço acolhedor da Igreja-Mãe de Roma e do seu bispo a todos os homens e mulheres. As cores dominantes, amarelo e vermelho, são uma clara referência ao brasão de Roma, um traço gráfico que visa expressar uma intensa ligação com a comunidade.

Já as figuras humanas que estão debaixo da cúpula e da cruz que representam marido, mulher, filhos, avós e netos. Uma imagem que evoca a ideia da Igreja como “família de famílias”, proposta por Amoris Laetitia (AL 87), em que “o amor vivido nas famílias é uma força permanente para a vida da Igreja” (AL 88). A cruz de Cristo, delineada no alto, e os muros de proteção parecem ser erguidos pelas famílias, como autênticas pedras vivas da construção eclesial. Do lado esquerdo, em cima da fina linha da colunata, percebe-se a presença de uma família que se encontra na mesma posição das estátuas dos santos que estão em cima das colunas da praça. Dessa forma, nos recordam que a vocação à santidade é uma meta possível para todos. Indicam, também, que é possível viver a santidade na simplicidade da vida quotidiana.

A família à esquerda, que aparece por detrás da linha da colunata, representa também as famílias não católicas, distantes da fé e da Igreja, que observam de fora o evento eclesial que acontece dentro. A comunidade eclesial sempre teve uma grande atenção para eles. Além disso, percebe-se um dinamismo das figuras em movimento para a direita. Vão para fora. São famílias em saída, testemunhas de uma Igreja que não é autorreferencial, vão à procura de outras famílias, para tentar se aproximar delas e partilhar a experiência da misericórdia de Deus.

Assistir no Youtube
A oração oficial

O amor na família: vocação e caminho de santidade

Pai Santo,

estamos aqui diante de Ti

para louvar-Te e agradecer-Te

pelo grande dom da família.

Nós Te pedimos pelas famílias

consagradas no sacramento do matrimônio,

para que possam redescobrir

todos os dias a graça recebida

e, como pequenas Igrejas domésticas,

saibam testemunhar a Tua presença

e o amor com o qual Cristo ama a Igreja.

Nós Te pedimos pelas famílias

Que passam por dificuldades e sofrimentos,

doença ou por problemas que só Tu conheces:

que Tu as sustentes e as tornes conscientes

do caminho de santificação ao qual as chamas,

para que possam experimentar a Tua infinita misericórdia

e encontrar novos caminhos para crescer no amor.

Nós Te pedimos pelas crianças e jovens

para que possam encontrar-Te

e responder com alegria à vocação que planejaste para eles;

por seus pais e avós,

para que sejam conscientes

de serem um sinal da paternidade e maternidade de Deus

no cuidado dos filhos que, na carne e no espírito,

Tu confias a eles;

pela experiência de fraternidade

que a família pode dar ao mundo.

 Senhor, concede que cada família

possa viver a própria vocação à santidade na Igreja

como um chamado para ser protagonista da evangelização,

a serviço da vida e da paz,

em comunhão com os sacerdotes e em cada estado de vida.

 Abençoa o Encontro Mundial das Famílias.

Amém.

Oração oficial para o X Encontro Mundial das Famílias 22-26 de junho de 2022

clear