9 de maio de 2018

Papa Francisco dá o último adeus ao Arcebispo “guardião” de Padre Pio

Dom Michele Castoro foi diretor geral da associação internacional dos Grupos de Oração do Padre Pio

Castoro_PapaFrancisco_SanGiovanniRotondo_VaticanMedia_08052018Por Walter Sánchez Silva (ACI Digital ) / Foto: Vatican Media

San Giovanni Rotondo – O Papa Francisco expressou sua tristeza pelo falecimento de Dom Michele Castoro, Arcebispo de Manfredonia-Vieste-San Giovanni Rotondo, em 5 de maio.

Dom Castoro faleceu depois de permanecer durante mais de um ano no departamento de oncologia da ‘Casa do Alívio do Sofrimento’, da qual foi presidente.

O Prelado também foi diretor geral da associação internacional dos Grupos de Oração do Padre Pio e recebeu o Pontífice em 17 de março, durante a sua visita a San Giovanni Rotondo.

O Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, presidiu na segunda-feira a Missa de exéquias de Dom Castoro no local onde repousam os restos mortais de Padre Pio, o frade dos estigmas.

Ao começar sua homilia, o Purpurado disse que o Papa queria “estar presente nesta situação dolorosa” e lhe “encarregou expressamente” que manifeste “a sua tristeza pelo falecimento do Arcebispo de Manfredonia-Vieste-San Giovanni Rotondo, assim como a sua proximidade pastoral e espiritual aos que choram sua morte”. O jornal do Vaticano, L’Osservatore Romano, informou que o Cardeal presidiu a Eucaristia, junto com 35 bispos.

“Choramos porque chorar é humano”, disse o Purpurado e recordou “a promessa que escutamos no Livro do Apocalipse”, que acompanhou o Arcebispo Castoro: “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas”.

“A fé realmente se converteu em vida para ele, no sentido mais profundo”, disse o Cardeal Parolin. O Arcebispo Castoro, continuou, era “um homem digno de admiração”, que sempre “era amável e sorridente, que vivia abandonado em Deus com paz e serenidade”.

Destacou que tinha para todos palavras de “agradecimento e bênção”, dando exemplo de “generosidade e solidariedade” e edificando “com o seu exemplo”, especialmente a “sua esposa”, a Arquidiocese de Manfredonia-Vieste-San Giovanni Rotondo.

Dom Michele Castoro nasceu em 14 de janeiro de 1952. Estudou no Seminário Romano Menor e depois no Maior.

Estudou Filosofia e Teologia, respectivamente, na Pontifícia Universidade Lateranense e na Pontifícia Universidade Gregoriana, onde se formou em Teologia Fundamental. Foi ordenado sacerdote em 6 de agosto de 1977, aos 25 anos de idade. Em 1986, formou-se em História e Filosofia na Universidade de Estudos de Bari. Foi nomeado Bispo de Oria em 14 de maio de 2005 e recebeu a ordenação episcopal em 25 de junho do mesmo ano.

Em 15 de julho de 2009, Bento XVI o nomeou Arcebispo de Manfredonia-Vieste-San Giovanni Rotondo, e tomou posse da Arquidiocese em 19 de setembro.

clear