Sem as procissões Luminosa, da véspera, e a grande procissão da corda que aconteceria neste domingo não fosse a pandemia de Covid-19, o reitor e pároco Frei Jorge de Oliveira percorrerá ruas da Tijuca, conduzindo a imagem da Virgem de Nazaré na berlinda seguindo o itinerário das procissões, abençoando transeuntes e o próprio bairro. Durante o dia serão celebradas 7 missas, sendo uma solene, presidida por Dom Orani Tempesta, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro.

">
3 de outubro de 2020

Sem procissões mas com muita fé, festa do Círio terá 7 Missas e a Imagem da Virgem de Nazaré na berlinda pelas ruas da Tijuca

A bênção motorizada seguindo o mesmo trajeto da procissão da corda está na programação das homenagens

5ee01503-e1ad-47b4-a94e-6c813349ecd2

Cartaz da Festa do Círio de Nazaré / Arte: Frederico Araújo (Pascom)

Por Emilton Rocha / Pascom

Neste domingo, o Santuário Basílica de São Sebastião estará homenageando Nossa Senhora de Nazaré com a realização do tradicional Círio de Nazaré. Sem as procissões Luminosa, da véspera, e a grande procissão da corda que aconteceria neste domingo, não fosse a pandemia de Covid-19. Apesar disso, a partir das 10h, o reitor e pároco Frei Jorge de Oliveira percorrerá ruas da Tijuca, conduzindo a imagem da Virgem de Nazaré na berlinda seguindo o itinerário das procissões, abençoando transeuntes e o próprio bairro.

A pandemia causada pelo novo coronavírus obrigou a suspensão de inúmeros eventos ao redor do mundo. Atentos e sensíveis às recomendações das autoridades mundiais em saúde, pelo distanciamento social como principal medida de contenção à pandemia, a Arquidiocese de Belém e a Diretoria da Festa decidiram por não realizar o Círio 2020 da maneira que conhecemos. No entanto, a arquidiocese, por meio do arcebispo metropolitano, Dom Alberto Taveira, deixou claro que o cancelamento das procissões não significava o cancelamento do Círio de Nazaré.

No Rio de Janeiro, exatamente na Tijuca, onde a festa do Círio de Nazaré acontece simultaneamente à festa de Belém há vários anos, as homenagens à Virgem de Nazaré, organizada pelo Santuário Basílica de São Sebastião, dirigido pelos Frades Menores Capuchinhos, também serão limitadas: a vinda da imagem peregrina não aconteceu este ano e nem as duas procissões serão realizadas devido à pandemia.

Durante a reunião preliminar para elaboração da programação, o reitor e pároco Frei Jorge de Oliveira orientou o grupo responsável sobre a necessidade de se adequar as comemorações deste ano à “realidade e regras do momento que vivemos”.

– O Círio de Nazaré 2020, com o tema “Ave Maria, Cheia de Graça”, foi proposto levando em consideração estes tempos difíceis por que passa toda a humanidade por conta da pandemia da Covid-19, cujo início se deu no mês de março deste ano – disse. Para ele, “respeitando o protocolo de exigências por parte das autoridades sanitárias, não deixaremos de realizar as festas devocionais, seja por lives ou com número reduzido de participantes. Assim, o Círio de Nazaré deste ano será celebrado com os devidos cuidados e limitações, mas não será esquecido, o que o torna diferenciado dos anos anteriores, mas será realizado desde a novena preparatória, com toda devoção e piedade que Nossa Senhora merece.”

Para homenagear a Virgem de Nazaré, a Basílica de São Sebastião elaborou uma programação limitada às recomendações feitas por autoridades sanitárias, seguindo todos os protocolos, mas “com toda devoção e piedade que Nossa Senhora merece”, como bem disse o reitor.

Para participar de uma das 7 missas do dia 11, dia do Círio, o interessado deve se inscrever no Sympla Capuchinhos ou ligar para 98247-2737 ou 2204-7900.

Programação

02/10 – Sexta-feira – Início da Novena com tema “Ave Maria, Cheia de Graças”, na missa das 18:00h;

09/10 – Sexta-feira – Apresentação do Manto 2020 na missa das 18h;

11/10 – Domingo – Missas Comemorativas do Círio 2020, às 7h, 8h, 9h, 10h, 11h30, 17h e 18h30;

Benção Motorizada após a Missa das 10h, seguindo o mesmo trajeto da procissão da corda.

- Sorteio Rifa Imagem ao final da missa das 11h30

- Delivery de Vatapá Paraense, biscoitos de castanha e doce de cupuaçu.

clear