24 de junho de 2021

Igreja concederá indulgência plenária no Dia dos Avós

O Dia dos Avós, que terá como tema “Estou convosco todos os dias”, foi instituído pelo Pontífice no dia 31 de janeiro; esta é a primeira vez que a data é comemorada oficialmente

web-dancing-couple-elderly-senior-shutterstock_1049436023-viktoriia-hnatiuk

No dia 25 de julho de 2021, a Igreja comemorará o primeiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos. Também será uma ocasião para receber uma indulgência plenária. A Igreja Católica a concederá aos avós, aos idosos e a todos os fiéis que participarão desta jornada e que serão “animados por um verdadeiro espírito de penitência e de caridade”.

De fato, um decreto da Penitenciária Apostólica de 13 de maio e publicado em 22 de junho estabeleceu a decisão de “graciosamente” conceder estes “tesouros celestiais da Igreja”.

O decreto indica que esta indulgência plenária será aplicada de acordo com as três condições habituais: confissão sacramental, comunhão eucarística e oração segundo as intenções do Sumo Pontífice.

Dia dos Avós e dos Idosos

O Dia dos Avós, que terá como tema “Estou convosco todos os dias”, foi instituído pelo Pontífice no dia 31 de janeiro com o objetivo de evidenciar a “riqueza” que os idosos representam para as nossas sociedades.

Retirada da Bíblia(Mt 28,20), a citação pretende evidenciar a proximidade de Deus e da Igreja com os mais velhos neste contexto de isolamento ligado à crise de saúde. É também o sinal da “promessa de proximidade e de esperança” que os mais novos e os mais velhos podem hoje fazer a si próprios, explica o comunicado que apresenta a iniciativa.

“Manter as raízes e transmiti-las”

A voz dos anciãos «é preciosa porque canta as maravilhas de Deus e preserva as raízes dos povos», sublinhou o Bispo de Roma durante um Ângelus no final de Janeiro. Para ele, são o sinal de que “a velhice é um dom” e, portanto, tem um papel essencial na sociedade: “guardar as raízes e transmiti-las”.

Fonte: Aleteia

clear