Devido a escalada do Coronavírus no Rio e a decisão da Arquidiocese de suspender as missas públicas, a partir do dia 23 de março (segunda) os Frades Capuchinhos estarão transmitindo ao vivo a Santa Missa de segunda-feira a sábado, às 18h e, aos domingos, às 10h. A primeira transmissão aconteceu neste domingo, às 10h, via Facebook, através da sua página: @pascom.capuchinhos

">
2 de abril de 2020

Por conoravírus, Basílica de Sao Sebastião transmite seus eventos diariamente ao vivo

As missas online são realizadas enquanto perdurar o estado de emergência na saúde pública do Rio de Janeiro causada por pandemia do Coronavírus

capa siteEmilton Rocha / Pascom

Após a determinação da Arquidiocese do Rio de Janeiro de que as missas poderiam ser celebradas, mas sem a participação do público, os Frades Capuchinhos do Santuário Basílica de São Sebastião iniciaram, a partir de 23 de março, as transmissões ao vivo, pelo Facebook, de todos os seus eventos, destacando a Santa Missa diária, a Adoração ao Santíssimo,  o Terço dos Homens e a Via Sacra, entre outros.

A Santa Missa é transmitida de segunda-feira a sexta-feira, às 18h, e sábados e domingos às 10h, assim acontecendo com O Terço dos Homens que é realizado às terças-feiras, às 19h30; a Via Sacra é rezada às quartas-feiras, às 19h30; a Adoração ao Santíssimo é celebrada nas quintas-feiras, às 19h30, e, às sextas-feiras, o encontro virtual denominado “Um Coração que pulsa por você”, às 15h, que são momentos de reflexão sobre o tempo que estamos vivendo e sobre a Palavra de Deus, seguido da reza do Terço. Toda essa programação já pode ser assistida através da página da Basílica no Facebook:  @pascom.capuchinhos.

No dia 20 de março, a Arquidiocese do Rio de Janeiro emitiu nota oficial assinada pelo arcebispo, Cardeal Orani Tempesta, estabelecendo que as missas deveriam continuar a ser celebradas diariamente, porém sem a participação dos fiéis. Solicitou que se redobrasse o empenho no sentido de divulgá-las nos meios de comunicação disponíveis em cada paróquia, como também a leitura orante da Bíblia – lectio divina –, o Rosário, Orações e Adoração ao Santíssimo Sacramento, para serem acompanhadas pelo povo em suas residências.

A determinação veio após o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro recomendar o imediato fechamento das igrejas e imediata suspensão das atividades presenciais para os fiéis enquanto durar o estado de emergência na saúde pública do Rio de Janeiro por motivo do novo Coronavírus (COVID-19).

clear