13 de maio de 2020

Cardeal Tempesta consagra o Brasil ao Imaculado Coração de Maria neste 13 de maio

O Cardeal Tempesta e o bispo auxiliar do Rio, Dom Antonio Augusto Dias Duarte inauguraram a Cozinha Solidária, que irá oferecer 500 refeições para comunidades carentes

FIXED-_Missa_Dom_Orani_-_Reproducao_Digital

Por ACI Digital

O arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu a Santa Missa na manhã desta quarta-feira, 13, no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, localizado no bairro Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Após a celebração transmitida online para milhares de pessoas, o cardeal consagrou o Brasil ao Imaculado Coração de Maria na Capela das Aparições do Brasil, a única réplica no mundo autorizada pelo Santuário de Fátima da Capelinha erguida no local das aparições em Portugal.

“Hoje é um dia muito especial para nosso povo. Que os devotos de Nossa Senhora de Fátima experimentem o consolo da presença da Mãe de Jesus em suas vidas. Cristo nos deu a sua mãe no altar da cruz, que ela esteja junto daqueles que estão na Igreja Doméstica e que prestam serviços essenciais, nesse tempo de pandemia em que vivemos. Maria quer ser presença de confiança e esperança”, motivou o cardeal.

Dom Orani destacou que hoje a peregrinação aos santuários e igrejas dedicadas a Nossa Senhora de Fátima aconteceram de maneira inversa.

“Não foram os fiéis que saíram para homenagear Nossa Senhora, mas Maria foi até cada casa. Nossa Senhora visitou o povo com seu filho Jesus, porque aonde ela vai também leva seu filho. Deus sabe as razões desse exílio que passamos, rezemos para que possamos voltar a participar das celebrações nas igrejas”, expressou.

“Não foram os fiéis que saíram para homenagear Nossa Senhora, mas Maria foi até cada casa. Nossa Senhora visitou o povo com seu filho Jesus.”

Dom Orani recordou que Fátima é o altar do mundo e que a aparição da Mãe de Jesus também aconteceu num momento difícil da história. Tempo da Primeira Guerra Mundial, da Gripe Espanhola e de uma ideologia contrária a fé católica.

“Diante dos acontecimentos atuais, desses sinais dos tempos, que lembram a fragilidade humana, devemos ainda mais buscar a Jesus. É preciso viver cada dia no Caminho do Senhor. Que saibamos escutar novamente a mensagem de Fátima, o chamado à conversão, enquanto temos tempo, com toda a sinceridade de coração para acolher o Senhor que passa em nossa vida”, orientou o arcebispo.

Logo após a celebração eucarística, Dom Orani abençoou todas as câmeras e equipamentos eletrônicos utilizados nas transmissões online do Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

“Pedimos a proteção de Maria, que ela nos cubra com seu manto e dê sentido a nossa caminhada. Cabe a nós cristãos anunciar que o homem necessita de Deus para ter um sentido para a sua vida e para a vida eterna, sem a iluminação da cruz de Cristo não teríamos como resolver as questões internas dos nossos corações. Queremos pedir a Deus, pela intercessão de Maria, que tenhamos uma vida de oração e conversão, para voltarmos para o Senhor”, rezou o prelado.

Pão de Fátima é distribuído para 700 famílias no Rio

O Cardeal Tempesta junto com o bispo auxiliar do Rio, Dom Antonio Augusto Dias Duarte, que é reitor do santuário, inauguraram a Cozinha Solidária da Obra Social da Associação Arquidiocesana Tarde com Maria, responsável pelo recinto. No local serão ofertadas 500 refeições para comunidades carentes, ex-dependentes químicos e pessoas em situação de vulnerabilidade.

Há um mês, foi inaugurada a Padaria Solidária que atualmente já produz 7.500 pães dentro do Santuário no Rio. O pão de Fátima, como é conhecido, tem atendido a cerca de 700 famílias carentes e pessoas em situação de rua atendidas pelas obras de caridade do Santuário do Cristo Redentor.

“O Senhor tem providenciado corações generosos para não deixar faltar o pão nosso de cada dia. Benfeitores fizeram uma padaria e uma cozinha para fornecer quentinhas e pães. É uma parceria para o bem. Tem aumentado muito as pessoas sem alimento necessário para cada dia, devido ao isolamento social”, afirmou Dom Orani.

A padaria funciona com equipamento industrial e tem como meta produzir 10 mil pães diariamente. Os benfeitores também vão doar os insumos para a produção dos alimentos.

O fundador da Associação Arquidiocesana Tarde com Maria e idealizador do Santuário, Berthaldo Soares, disse em matéria publicada no site da instituição: “Sozinhos podemos pouco, mas juntos podemos fazer a diferença para muita gente. A solidariedade é ainda mais importante em momentos como o que estamos vivendo, de pandemia, isolamento social e crise. É preciso estarmos atentos e ajudarmos uns aos outros”, finalizou.

clear