Apesar da chuva contínua que caía desde sábado, muitas pessoas participaram de uma Missa em Ação de Graças pelo 455° aniversário que a Cidade do Rio de Janeiro completou no primeiro domingo da Quaresma presidida pelo Cardeal Orani Tempesta, que colocou flores no túmulo que guarda os restos mortais de Estácio de Sá, fundador da cidade.

">
1 de março de 2020

Cardeal Orani Tempesta celebra o 455° aniversário do Rio com Missa em Ação de Graças

Cerimônia foi realizada na Basílica de São Sebastião às 8h30, no primeiro domingo da Quaresma

DSC_8755

Dom Orani e a imagem histórica restaurada de São Sebastião

Emilton Rocha / Pascom

Apesar da chuva contínua que caía desde sábado, muitas pessoas participaram de uma Missa em Ação de Graças pelo 455° aniversário que a Cidade do Rio de Janeiro completou neste primeiro domingo da Quaresma. Presidida pelo Cardeal Orani Tempesta, a celebração teve início às 8h30 após a chegada da imagem de São Sebastião, que foi levada pela Guarda de São Sebastião e recebida pelo cardeal.

DSC_8922

Cardeal coloca flores no túmulo de Estácio de Sá, fundador da cidade

Em sua homilia, Dom Orani disse que “no dia do aniversário da Cidade nós vemos que se de um lado nos é proposta essa vida nova que nós temos de reconquistar com o tempo de penitência quaresmal, e que também é um grande presente que a cidade necessita para que os seus filhos os cristãos católicos que têm uma responsabilidade, já que ela foi fundada com o nome de um santo católico – São Sebastião” – e que leva toda uma tradição católica e cristã de nós vermos como somos chamados a viver cada vez melhor a nossa vida cristã e oferecer à cidade essa presença de acolhimento, de tolerância, de perdão, de coerência com o Evangelho e de viver cada vez mais buscando a fraternidade uns com os outros uma solidariedade fraterna”.

Ao final da celebração o cardeal colocou flores no túmulo que guarda os restos mortais de Estácio de Sá, fundador da cidade (1565), que fica próximo do acesso que leva ao altar principal, seguido pelo ex-ministro da Cultura e deputado federal, Marcelo Calero, que também depositou flores no Marco da Cidade, uma estrutura talhada em pedra e adornada pela bandeira do município.

O reitor, Frei Jorge de Oliveira, puxou a música “Cidade Maravilhosa”, sendo acompanhado pelo Coral de São Sebastião. No Salão Frei Nemésio foi servido um bolo aos presentes.

Da Basílica, Dom Orani e a imagem seguiram para a Região Portuária onde, na roda gigante Rio Star, um bolo comemorativo de dez metros foi servido ao som da Banda do Saara, que tocou as músicas “Parabéns pra você” e “Cidade Maravilhosa”, entre outras.

clear