Foi eleito o novo Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos: é o italiano Frei Roberto Genuin. Na votação realizada hoje, 3 de setembro, na 85ª edição do Capítulo Geral, em Roma, Frei Roberto foi eleito no primeiro escrutínio (turno), obtendo 101 votos de um total de 188.

Frei Roberto tem um currículo respeitável: formado na Pontifícia Universidade Lateranense, Summa cum laude, foi diversas vezes superior das casas por onde passou.

">
3 de setembro de 2018

Frei Roberto Genuin é eleito novo Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos

Segundo os frades, o novo Ministro Geral tem uma visão global, olhando para realidades mais pobres e remotas

frei

Novo Ministro Geral, Frei Roberto Genuin é italiano e tem 50 anos de idade

Com informações de Capuchinhos do Brasil

Foi eleito o novo Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos: é o italiano Frei Roberto Genuin. Na votação realizada hoje, 3 de setembro, na 85ª edição do Capítulo Geral, em Roma, Frei Roberto foi eleito no primeiro escrutínio (turno), obtendo 101 votos de um total de 188.

Frei Roberto tem um currículo respeitável: formado na Pontifícia Universidade Lateranense, Summa cum laude, foi diversas vezes superior das casas por onde passou. Professor, e por nove anos Ministro Provincial de Triveneto. Atualmente era guardião do convento de Rovereto. Depois de ter participado duas vezes nos Capítulos Gerais, está agora à frente da Ordem pelos próximos seis anos.

Os frades acreditam que mesmo tendo sido criado, crescido e vivido na Europa, o novo Ministro Geral tem uma visão global, devido as inúmeras missões que sua Província tem.

Sobre o novo ministro geral

Frei Roberto nasceu em 20 de setembro de 1961, em Falcade (da Província e Diocese de Belluno, Itália). Filho de Antonio Genuin e Valeria Adami, viveu em uma grande família católica. Em 1972, entrou no Seminário Seráfico de Castelmonte. Começou o ano de noviciado em Lendinara, no dia 3 de outubro de 1980. Seus votos perpétuos foram professados em Veneza, no dia 30 de Junho de 1985. Na mesma cidade foi ordenado diácono em 11 de maio de 1986 sob a imposição das mãos do Cardeal Marco Cé. Sua ordenação sacerdotal foi em 27 de junho de 1987, em sua paróquia natal por Dom Maffeo Ducoli.

O frei participou dos Capítulos Gerais de 2006, 2012 e 2018. Em 2008, Frei Roberto Genuin foi eleito Ministro Provincial da Província de “St. Anthony”, um serviço que manteve durante dois triênios até 2014 quando o Conselho Geral o nomeou ministro provincial da Província de “Santa Croce” (2014-2017), fundada pela união com a Província de Trento.

O serviço de Frei Roberto Genuin foi caracterizado por uma linha singular com as expectativas da Ordem e da Igreja, em suas distintas atividades. Em nove anos, assumindo o papel de Ministro Provincial, visitou e enviou frades ao exterior, onde os irmãos trabalham como missionários na Angola, Cabo Verde, Moçambique, Brasil, Grécia, Hungria, Geórgia, Israel,e Suíça. Em agosto de 2016, após cuidadosa avaliação, a Custódia “Santa Maria degli Angeli” em Angola foi elevada à Província.

Damos as boas-vindas ao nosso novo Ministro Geral, e desejamos que o espírito santo o conduza nos próximos 6 anos como nosso novo superior.

►Confira as imagens da Missa

__________________

Novo superior dos Frades Capuchinhos estará à frente da Ordem pelos próximos 6 anos

capítuloPor Vatican News

Desde a manhã desta segunda-feira, 3 de setembro de 2018, os Frades Menores Capuchinhos têm novo Superior Geral, na pessoa do frei Roberto Genuin, de cinquenta anos, da Falcade (BL).

Eleito no primeiro escrutínio com 101 votos dos 188 Frades capitulares de todo o mundo, representando os mais de dez mil religiosos espalhados pelos cinco continentes, ele reabre, após 24 anos, a série de Padres Gerais capuchinhos italianos.

Frei Roberto tem um currículo respeitável: formado na Pontifícia Universidade Lateranense, Summa cum laude, foi diversas vezes Superior local. Professor, e por nove anos ministro provincial do Triveneto. A atualmente era Superior do convento de Rovereto (TN). Depois de ter participado duas vezes nos Capítulos Gerais, está agora à frente da Ordem pelos próximos seis anos.

Participação do cardeal brasileiro Dom João

Na sexta-feira (31/08) o Cardeal João Braz de Aviz. Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, concelebrou a Eucaristia solene ladeado pelo Ministro Geral, pelo Vigário e alguns membros do Conselho Geral. Em homenagem a ele as leituras da liturgia foram feitas em português. Desde a saudação inicial, imediatamente todos os Capitulares se surpreenderam com a sua amabilidade e a sua simplicidade. Na homilia, deixando o texto preparado, ele falou à vontade, em italiano, enquanto frei Charles Serignat traduzia magistralmente em inglês.

“A vida consagrada tem um lugar muito importante na Igreja. Deus permitiu ao Espírito Santo falar à Igreja também através da multiplicidade dos carismas. E este caminho não terá fim na vida da Igreja. O carisma não vem dos homens, mas de Deus.”

“Deus sabe por quanto tempo ele deve permanecer na sua Igreja. O carisma franciscano, em vez de diminuir, cresce e se multiplica em outros carismas. Este carisma é um grande dom para a Igreja. Este Capítulo Geral é talvez o mais numeroso entre os que eu já participei nestes sete anos aqui em Roma”. Após a Eucaristia, o cardeal brasileiro almoçou com os Capitulares.

clear