"Antes de ser oficial do Imperador, sou SOLDADO DE CRISTO" São Sebastião

História da Igreja de São Sebastião dos Frades Capuchinhos

A primeira igreja dedicada a São Sebastião que se construiu no Rio de Janeiro teve duração efêmera, e sua data remonta a 1567. Foi levantada a mandado de Estácio de Sá, lá para as bandas do Pão de Açúcar, na orla marítima que mais tarde teve a denominação de Praia Martim Afonso (atualmente Praia Vermelha), pouco distante, pois, do morro Cara de Cão (onde hoje se encontra a Fortaleza de São João), local esse que, em 1º de março de 1565 recebeu os fundamentos da “muito leal e Heroica cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro”. Um templo tosco, de pau a pique, coberto de palha; era, contudo, uma casa religiosa, porquanto ali estava em exposição pública a imagem do santo padroeiro.

Leia +
Basílica de São Sebastião e Morro do Castelo, qual a ligação?

A Igreja de São Sebastião, situada na Tijuca, Rio de Janeiro, foi inaugurada em 15 de agosto de 1931. Ela sucede a antiga Igreja do Morro do Castelo, edificada em 1567, e reconstruída por Salvador de Sá em 1583. Para este local foram transportados o que chamamos de “Relíquias Históricas da Cidade”: os restos mortais do fundador da cidade do Rio de Janeiro, Estácio de Sá, morto em 1567; o marco zero (português) da cidade fundada em 1565, e a pequena imagem de São Sebastião, de 1563.

Leia +

 

 

 

Leia aqui


Notícias


+ Mais Notícias

clear