<<

>>

Coral de São Sebastião: para quem gosta de louvar a Deus através da música

O Coral de São Sebastião, do Santuário Basílica de São Sebastião (Frades Capuchinhos), tem entre seus integrantes pessoas com profissões e idades variadas que cantam pelo prazer de cantar, de participar e de emocionar durante os eventos religiosos na Basílica. Donas de casa, advogados, médicos e músicos, só para citar alguns, fazem do coro um dos melhores da cidade. É o caso de Adriana del Pilar Pacheco Coral, colombiana, médica e doutora em Saúde Pública,  que está no Rio fazendo pós-graduação na área de Saúde Publica.

Leia +

  


História da Igreja de São Sebastião dos Frades Capuchinhos

A primeira igreja dedicada a São Sebastião que se construiu no Rio de Janeiro teve duração efêmera, e sua data remonta a 1567. Foi levantada a mandado de Estácio de Sá, lá para as bandas do Pão de Açúcar, na orla marítima que mais tarde teve a denominação de Praia Martim Afonso (atualmente Praia Vermelha), pouco distante, pois, do morro Cara de Cão (onde hoje se encontra a Fortaleza de São João), local esse que, em 1º de março de 1565 recebeu os fundamentos da “muito leal e Heroica cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro”. Um templo tosco, de pau a pique, coberto de palha; era, contudo, uma casa religiosa, porquanto ali estava em exposição pública a imagem do santo padroeiro.

Leia +

  Vídeos


 

 

 


Notícias


+ Mais Notícias

clear