Com início na terça-feira, 13, terminou ontem a Assembleia Provincial realizada anualmente pelos frades capuchinhos da Província Nossa Senhora dos Anjos, que abrange os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Leste de Minas Gerais. A cada doze meses os frades promovem o encontro, além de um retiro provincial com a presença de todos os frades os quais se reúnem para aprofundar discussões de temas diversos, com orações, celebrações, troca de experiências e confraternização, entre outros. “São momentos muito fortes e muito bonitos da nossa vida”, resume Frei Jorge de Oliveira, reitor e pároco do Santuário, localizado na Tijuca (RJ).

">
15 de julho de 2021

Província Nossa Senhora dos Anjos encerra assembleia anual

Durante três dias os frades capuchinhos promoveram discussões, orações, celebrações e troca de experiências

esta

Emilton Rocha / Pascom

Com início na terça-feira 13, de forma virtual devido à pandemia de Covid-19, terminou ontem a Assembleia Provincial realizada anualmente pelos frades capuchinhos da Província Nossa Senhora dos Anjos, que abrange os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Leste de Minas Gerais.

A cada doze meses os frades promovem o encontro, como também um retiro provincial com a presença de todos os frades os quais se reúnem para aprofundar discussões de temas diversos, com orações, celebrações, troca de experiências e confraternização, entre outros. A não ser por um motivo especial, como no ano passado em que aconteceu a Assembleia Extraordinária pelos 40 anos da Província, a Assembleia Provincial e o Retiro Provincial são os dois únicos momentos do ano em que os integrantes da província se encontram. “São momentos muito fortes e muito bonitos da nossa vida”, resume Frei Jorge de Oliveira, reitor e pároco do Santuário, localizado na Tijuca (RJ).

– Estamos nós aqui agora dando sequência a um estudo dos conselhos evangélicos ou dos votos de pobreza, obediência e castidade. Este ano estamos trabalhando o tema ‘pobreza’, que é “Como irmãos, em minoridade e pobreza, a serviço do Evangelho”. Quem está nos assessorando é o Frei Sandro Roberto da Costa, da Ordem dos Frades Menores, do grupo de franciscanos do Largo da Carioca, centro do Rio, explicou o frade.

As fraternidades estiveram reunidas também em dupla, como a do Rio que se reuniu com a nova fraternidade de Mangaratiba, município de Itaguaí, contíguo à Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Tal qual o ano passado, neste ano também a assembleia aconteceu de forma virtual devido à pandemia de Covid-19, prevalecendo os cuidados rigorosos quanto ao cumprimento dos protocolos de saúde.

Para Frei Jorge, foi um momento “super agradável e bonito que serviu para o nosso fortalecimento e amadurecimento na fé.”

Como foi a  programação

Pregador: Frei Sandro Roberto da Costa OFM

Tema: Como irmãos, em minoridade e pobreza, a serviço do Evangelho

Data: 13 a 15 de julho de 2021

Local: Fraternidades Locais

Modalidade: on-line

Terça-feira13 de julho

9hs – Reflexão

10h30 – Deserto/silêncio/oração pessoal

14h30 – Reflexão

15h45 – Deserto/silêncio/oração pessoal

19h30 – Proposta de filme: Charles de Foucauld

Quarta-feira 14 de julho

9hs – Reflexão

10h30 – Deserto/silêncio/oração

14h30 – Reflexão

15h45 – Deserto/silêncio/oração pessoal

19h30 – Proposta de filme: Documentário de Irmã Dorothy

Quinta-feira 15 de julho

9hs – Reflexão

10h30 – Deserto/silêncio/oração pessoal

12h – Encerramento

clear