6 de dezembro de 2018

O hábito que Padre Pio utilizava quando recebeu os estigmas peregrinará à Polônia

São João Paulo II canonizou Padre Pio em uma multitudinária celebração na Praça de São Pedro em 2002

padrepio-fede-sorella-chieti-20181202082830_1543924860Por ACI Digital

A vestimenta que São Padre Pio utilizava na ocasião em que recebeu os estigmas da Paixão, deixa as fronteiras da Itália pela primeira vez e será levado até a Polônia, onde visitará a capital Varsóvia e terminará o seu percurso em Cracóvia, onde foi arcebispo São João Paulo II, o Papa que canonizou Padre Pio em uma multitudinária celebração na Praça de São Pedro em 2002.

O anúncio foi feito pelo ministro provincial dos Frades Menores Capuchinhos da Província religiosa de Sant’Angelo e Padre Pio, Frei Maurizio Placentino.

Esta foi a roupa que o capuchinho usava no dia 20 de setembro de 1918, quando teve a visão de “Nosso Senhor”, na qual Jesus lhe disse: “Eu te associo à minha Paixão”. Desde então, ficaram impressas no corpo de Padre Pio as cinco chagas da crucificação.

“O período desta viagem foi escolhido pelos frades de San Giovanni Rotondo, juntamente com os das duas províncias capuchinhas da Polônia – explicou o Ir. Maurizio – para coincidir com duas festas marianas – A Imaculada Conceição e Nossa Senhora de Loreto – devido à grande devoção à Virgem Maria, Mãe de Deus, alimentada por Padre Pio, por Karol Wojtyla e todo o povo polonês”.

clear