27 de julho de 2017

Missa de Santana e homenagem ao Dia dos Avós nos Capuchinhos

Celebração teve grande participação da Associação dos Devotos de Santana

DSC_0049aaaaa (Copy)Por Emilton Rocha / Pascom

Na noite de ontem, 26 de julho, foi celebrada no Santuário Basílica de São Sebastião Frades Capuchinhos Missa Festiva de Santana e São Joaquim, pais de Nossa Senhora e padroeiros dos avós, que teve a participação maciça de integrantes da Associação dos Devotos de Santana. Santana é co-padroeira da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. O nome “Ana” vem do hebraico “Hanna” e significa “graça”. Santa Ana ou simplesmente Santana era de família descendente do sacerdote Aarão. Ela era esposa de São Joaquim que, por sua vez, era descendente da família real de Davi. Nesse casamento estava composta a nobreza da qual Maria seria descendente e, posteriormente, Jesus.

De acordo com informações da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Santa Ana era estéril, por isso não conseguia se engravidar, fazendo que ela sofresse muitas humilhações, o mesmo que ocorria com São Joaquim que era censurado pelos sacerdotes por não ter filhos. Santa Ana e São Joaquim, porém, eram pessoas de fé e confiavam em Deus, apesar de todo sofrimento que viviam. Assim, num dado momento da vida, São Joaquim resolveu retirar-se no deserto, para rezar e fazer penitência. Nessa ocasião, um anjo lhe apareceu e disse que suas orações tinham sido ouvidas. Ao mesmo tempo o anjo apareceu também a Santa Ana confirmando que as orações do casal tinham sido ouvidas.

Assim, pouco tempo depois que São Joaquim voltou para casa, Ana engravidou. Parece que através do sofrimento, Deus estava preparando aquele casal para gerar Maria, a virgem pura concebida sem pecado. No dia 8 de setembro do ano 20 a. C., segundo a tradição, Santa Ana deu à luz uma linda menina à qual o casal colocou o nome de Miriam, que em hebraico, significa “Senhora da Luz”. Na tradução para o latim ficou “Maria”. Daquela que todos diziam ser estéril nasceu Nossa Senhora, a mãe do Salvador.

Ao final da missa, o celebrante Frei Arineu Mozer, frade cantor da  Ordem, apresentou as novas integrantes na Associação dos Devotos de Santana, inclusive de duas crianças, e abençoou os avós presentes.

tam450_2 tam450_3 tam450_4 tam450_5 tam450_6 tam450_7 tam450_8 tam450_9 tam450_10 testetam450

clear