31 de julho de 2018

No dia 2 de agosto, a imagem de Nossa Senhora dos Anjos estará no Cristo Redentor

Dom Orani recebeu imagem da patrona da Ordem dos Franciscanos das mãos de Frei Arles de Jesus

9bd00970-aec7-4896-ae01-08b59df40c54

ENTREGA SOLENE: Dom Orani recebe a imagem de Nossa Senhora dos Anjos das mãos de Frei Arles, no Palácio São Joaquim

Pascom, com informações da ArquiRio / Fotos: Carlos Mioli

Nesta terça-feira, a imagem de Nossa Senhora dos Anjos, patrona da Ordem dos Franciscanos, foi entregue ao Cardeal Orani Tempesta, no Palácio São Joaquim, bairro da Glória, pelo reitor da Basílica de São Sebastião dos Frades Capuchinhos, Frei Arles Dias de Jesus. Após entrega solene, todos os membros do governo rezaram a oração final do Ângelus.

No dia 2 de agosto, quinta-feira, dia do Perdão de Assis – Festa da Porciúncula –, data importante para a Ordem dos Frades Franciscanos e para toda a Igreja, a imagem estará no Cristo Redentor a partir das 15h, em ato a favor da vida, promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro e a Presidência do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Nossa Senhora dos Anjos é padroeira da Província dos Frades Menores Capuchinhos do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Leste de Minas Gerais. Durante a cerimônia, os sinos de todas as igrejas irão repicar longamente em todo o Estado do Rio de Janeiro para expressar a toda sociedade a importância da defesa e promoção da vida.

Hora Santa pela Vida

Em 26 de julho, dia da celebração de São Joaquim e Sant’Ana, avós de Jesus, os bispos do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que abrange todo o Estado do Rio de Janeiro, publicaram uma mensagem se manifestando em face da Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental 442/2017 (ADPF 442).

No documento, os bispos reafirmam posição firme e clara da Igreja: “Explicitamente manifestamos nosso irrenunciável compromisso com a vida desde a concepção até a morte natural, com especial atenção à vida mais fragilizada, que, no caso em questão, é a vida do nascituro”.

O episcopado exorta os católicos e todas as pessoas que desejam um país democrático, pacífico e protetor da vida que se posicionem contrários ao que está sendo proposto através da presente medida judicial que permite o aborto até doze semanas de gestação.

Os bispos conclamam especificamente os católicos a se manifestarem do seguinte modo: lendo e conversando sobre a mensagem, reunindo familiares, amigos e membros das comunidades; repicando longamente os sinos de todas as igrejas do Estado do Rio de Janeiro, no dia 2 de agosto, Dia do Perdão de Assis, Festa da Porciúncula, às 15h, Hora da Misericórdia; participando, em cada diocese, de momentos públicos e pacíficos para expressar a toda à sociedade a importância da defesa e promoção da vida.

Ainda às 15h, a Arquidiocese do Rio de Janeiro e a Presidência do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)  farão um ato em atenção à vida, no Corcovado. O Arcebispo Metropolitano e Presidente do Regional Leste 1 da CNBB, Cardeal Orani João Tempesta, seus bispos auxiliares e vigários episcopais se colocarão aos pés do Cristo Redentor em oração pela defesa da vida no Brasil.

Para ampliar, clique duas vezes em cada miniatura

clear