16 de junho de 2017

Basílica celebra Corpus Christi com missas, procissão e tapete

Um belo tapete de sal foi exposto pela primeira vez no corredor central da igreja

19238566_1062437393889669_1769310456_o (Copy)

Tapete de Corpus Christi no corredor central foi bastante elogiado pela beleza

Por Emilton Rocha / Fotos: Jainere Rojas

19339844_1062447187222023_1561321210_o (Copy)

Frei Arineu na procissão pelas ruas da Tijuca

 Centenas de pessoas participaram ontem da celebração de Corpus Christi no Santuário Basílica  de São Sebastião – Frades Capuchinhos, que teve missas, procissão e um belo tapete no corredor  central confeccionado na véspera por um grande número de voluntários. Este ano, pela primeira  vez, o Santuário realizou esse trabalho artesanal para a procissão de Corpus Christi, cuja arte foi  muito elogiada pelo público. Foram celebradas duas missas na parte da manhã e outra no início da  noite, seguida de procissão que percorreu ruas da Tijuca, Zona Norte do Rio.

 “Adorei ter vindo à missa das 18h, assim como adorei também a homilia do Frei Arineu e a procissão. Mas o que mais me impactou foi a alegriar de ver esse belo tapete feito para homenagear Corpus Christi” – disse a servidora pública Maria Teresa Nigri, frequentadora assídua do Santuário.

Corpus Christi, que em português significa Corpo de Cristo, um importantíssimo feriado católico no Brasil, é uma homenagem ao mistério da eucaristia: o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo. A data é sempre comemorada numa quinta-feira em alusão à Quinta-Feira Santa, quando teve início a instituição deste sacramento. Conforme diz a escritura, na última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho, que se transformariam em seu corpo e sangue.

clear