23 de janeiro de 2021

Portugal: Conferência Episcopal volta a suspender Missas com fiéis devido à Covid-19

Além da suspensão das Missas com a presença dos fiéis, o retiro dos Bispos de Portugal, que deveria ocorrer de 22 a 26 de fevereiro, também foi cancelado

LogoCEPNesta quinta-feira, 21, a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) lamentou ter de suspender novamente as Missas com a presença de fiéis a partir deste sábado, devido à “extrema gravidade da situação pandêmica” que o país vive com a Covid-19; anteriormente a medida foi tomada em março de 2020 no início da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Por meio de um comunicado, a CEP afirmou que, “embora lamentando fazê-lo”, determina “a suspensão da celebração ‘pública’ da Eucaristia a partir de 23 de janeiro de 2021, bem como a suspensão de catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contato, até novas orientações”.

Ressalta, porém, que “as Dioceses das Regiões Autônomas dos Açores e da Madeira darão orientações próprias”.

Além disso, solicita que, diante dessa decisão de suspensão das Missas públicas, sejam disponibilizadas aos fiéis a transmissão ao vivo “por via digital” das Celebrações Eucarísticas.

A CEP já havia determinado a suspensão das celebrações comunitárias em março de 2020, durante a primeira onda da pandemia. Esta medida foi mantida até o final de maio daquele ano.

Outra medida indicada agora pelos Bispos portugueses é que “as exéquias cristãs devem ser celebradas de acordo com as orientações da Conferência Episcopal de 8 de maio de 2020 e das autoridades competentes”.

Além disso, no dia 14 de janeiro, a CEP já tinha determinado a suspensão ou adiamento das celebrações de Batismos, Crismas e Matrimônios, frente à “gravíssima situação” provocada pela pandemia.

Segundo dados da Direção-Geral da Saúde, até o momento foram confirmados 595.149 casos de Covid-19 em Portugal e 9.686 mortes. Desse total, 13.544 casos e 221 óbitos confirmados na última quinta-feira.

“Tendo consciência da extrema gravidade da situação pandêmica que estamos a viver no nosso País, consideramos que é um imperativo moral para todos os cidadãos, e particularmente para os cristãos, ter o máximo de precauções sanitárias para evitar contágios, contribuindo para ultrapassar esta situação”, afirma a CEP em seu comunicado.

Os Prelados também expressam “especial consideração, estima e gratidão a quantos, na linha da frente dos hospitais e em todo o sistema de saúde, continuam a lutar com extrema dedicação para salvar as vidas em risco”.

“Que Deus abençoe este inestimável testemunho de humanidade e generosidade e que eles possam contar com a solidariedade coerente e responsável de todos os cidadãos, a fim de que, com a colaboração de todos, possamos superar esta gravíssima crise e construir um mundo mais solidário, fraterno e responsável”, acrescentam.

Por fim, os Bispos portugueses pedem que, “a nível individual, nas famílias e nas comunidades, se mantenha uma atitude de constante oração a Deus pelas vítimas mortais da pandemia, pedindo ao Senhor da Vida que os acolha nos seus braços misericordiosos, e manifestamos o nosso apoio fraterno aos seus familiares em luto”.

Além da suspensão das Missas com a presença dos fiéis, de acordo com a Agência Ecclesia, do episcopado português, o retiro dos Bispos de Portugal, que deveria ocorrer de 22 a 26 de fevereiro, também foi cancelado.

Cinco celebrações diárias online transmitidas pelo Santuário de Fátima

Após ter sido publicada a decisão da CEP, o Santuário de Fátima informou que “vai retomar a transmissão online de cinco celebrações diárias, de segunda a domingo, através dos meios de comunicação social e digital, dada a suspensão das celebrações com a participação dos fiéis, conforme orientação da Conferência Episcopal Portuguesa”.

“O Santuário transmitirá diariamente três missas- às 11h00, 12h30 e 15h00- e dois momentos de oração do Terço- às 18h30 e 21h30-, a partir da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, numa parceria com a TV Canção Nova Portugal. Estas cinco celebrações poderão ser seguidas em www.fatima.pt, através do facebook e canal youtube do Santuário, bem como do MEOKanal, posição 707070”, informou o Santuário Mariano.

Por sua parte, o sacerdote reitor deste recinto, Pe. Carlos Cabecinhas, “lamenta o regresso desta situação de confinamento”, e promete que “Fátima se fará presente na vida de cada um” através destas transmissões.

“Sabemos que não é o mesmo podermos estar presentes fisicamente ou podermos acompanhar pela televisão, mas essa é a forma possível que temos agora de participar e, por isso, queremos estar presentes convosco a atravessar este momento difícil”, escreveu Padre Carlos Cabecinhas em uma mensagem aos fiéis.

clear